quarta-feira, 22 de junho de 2011



« não tens de me prometer a lua, bastaria-me que te sentasses comigo um momento em baixo dela » 


Sem comentários: